É certo dizer que 2018 tem sido um ano dos sonhos na carreira profissional de Jason Koon. O estadunidense, que já tem um grande currículo na sua trajetória no poker, está no auge do seu nível e acumulando grandes cifras.

O último ótimo resultado veio no dia 30 de maio em Las Vegas, no Super High Roller Bowl, quando ele conseguiu o total de US$ 2,1 milhões após terminar na terceira colocação do No Limit Hold’em.

É curioso notar que mesmo essa gigantesca premiação não foi a maior de Koon em 2018. Também em maio, o estadunidense ganhou uma competição em Montenegro no Triton Super High Roller Series e embolsou mais de US$ 3,5 milhões.

Mike Sexton, presidente do partypoker, está empolgando com o excelente ano de Koon até agora: “Como Doyle Brunson uma vez disse: ‘Você julga o caçador pelo número de peles que ele traz para casa’. Bom, o embaixador do partypoker Jason Koon é simplesmente um dos melhores caçadores do mundo do poker. Com sua recente terceira colocação no SHRB em Vegas para US$ 2,1 milhões, ele já acumulou US$ 9 milhões em 2018. E tem a melhor parte: Jason venceu a incrível marca de cinco high hollers no ano passado, e ele é uma pessoa extremamente agradável e gentil para conversar.”

Koon seguiu o excelente maio com um início promissor no mês de junho. Logo no primeiro dia ele participou do High Roller do conceituado World Series of Poker (WSOP) e terminou com a sétima colocação total. O também embaixador do partypoker Fedor Holz ficou com a nona colocação nesse evento.

Com a temporada inspiradora, agora Koon ultrapassou a marca dos US$ 20 milhões em premiação na carreira e essa marca o coloca entre os 25 mais bem pagos da história do poker. Além dele, nesse top 20 estão outros embaixadores do partypoker como Holz (6°), Sam Trickett (14°) e Isaac Haxton (21°).

É impressionante constar a evolução no nível de Koon. Em 2016, no primeiro ano em que ele se dedicou totalmente aos torneios ao vivo, o estadunidense conquistou US$ 2,8 milhões. Isso subiu para US$ 4,2 milhões em 2017 e agora mais do que o dobro disso já foi embolsado nesse ano.

Tamanha excelente premiação na temporada se reflete na corrida pelo prêmio de melhor competidor de 2018. De acordo com o Global Poker Index Ranking (GPI), o estadunidense aparece na nona colocação com 3.306 pontos conquistados. Com ainda quase seis meses de poker a serem disputados, Koon está diretamente na briga pelo topo — atualmente ocupada pelo inglês Stephen Chidwick, 435 pontos de vantagem.

Koon já tem o total de dois títulos na temporada, mas o que mais impressiona no seu jogo é a consistência. Ele acumula nove colocações entre os 10 primeiros no ano e certamente é um dos maiores especialistas do mundo nos torneios high roller.

Para quem começou a carreira como um especialista no online, Koon mostra que com muito esforço e talento é possível fazer a transição para ao vivo e competir na elite contra os melhores competidores do mundo.

Compartilhe.

Comentários estão fechados.